quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Simplesmente... Toni! (I)

Estava a regalvanizar o artigo sobre a época de 1993-1994 quando ao terminar me veio uma daquelas fúrias... E depois lembrei-me que não tinha nada sobre Toni neste blogue!

Engoli a seco, refugiei-me na verdade: Uma pessoa não se pode lembrar de tudo e tratei de me fazer à estrada...
António José Conceição Oliveira... O que dizer dele? Grande jogador do Benfica que após pendurar as botas passou a ser treinador adjunto e por fim treinador. Há de facto grandes nomes  na História Gloriosa do Benfica e Toni é um deles, senão vamos lá recordar ou descobrir pela primeira vez. Em primeiro lugar, um pequeno resumo da sua vida de Benfica por João Malheiro:
Agora os factos:
É muita coisa para um mero Ser Humano caros leitores... Eu conto catorze títulos de Campeão Nacional (catorze para dezoito...), nove Taças de Portugal e três Supertaças... E não me esqueço de três finais europeias. É muita fruta para uma só árvore mas estamos a falar de Toni pois claro.

Em Maio/Junho de 1989, o jornalista Luís Pereira fez um artigo biográfico de Toni para O Benfica Ilustrado. Nada como ler e ver a história de um grande Benfiquista até à data atrás mencionada:
Alguns momentos de Toni em Coimbra (foi difícil encontrar):
Continuando pelo O Benfica Ilustrado...
Depois de jogar futebol no Benfica durante treze anos onde ainda apanhou andamento da geração de sessenta:
Que luxo para um puto de vinte e dois anos...
Tendo chegado a capitão nos anos setenta...
Depois de estagiar para o bem e para o mal com treinadores como Lajos Baroti,
Eriksson,
Pal Csernai,
John Mortimore
e Ebbe Skovdahl,
Toni assumiu o comando da equipa de futebol
e levou o Benfica a uma final da TCCE e à conquista do seu vigésimo oitavo título de Campeão Nacional de 1988 1989.

Mas... A época seguinte foi uma época de regressos: O de Toni a adjunto e de Eriksson a principal. O Benfica queria mais e jogou com o Benfiquismo de Toni... Felizmente que nesta altura, Toni não teve problemas com essa despromoção até porque tinha uma forte amizade com o treinador sueco.
E... Bem, fica para a segunda parte que vai ser mais carregada ;-)

PS1: Este trabalho não se faz em cinco minutos caros leitores... É necessário explorar e numa dessas explorações não é que encontro isto na conta de Toni no Facebook?
O gajo publica uma foto minha (até publicou mais uma)... Fiquei parvamente eufórico! Ainda mais numa data tão importante para o Benfica e para o desporto Português! Podem achar isto uma paneleirice mas estou-me a marimbar porque não há dinheiro que pague este presente. Ando há algum tempo a pensar em fechar isto tudo e ele faz-me isto... Foda-se!

Muito agradecido Toni!


E PLURIBUS UNUM

6 comentários:

  1. Parabéns! Belo trabalho. Tenho um enorme respeito e admiração pelo Toni.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Somos dois Dr. Ghozé Pablito.

      Saudações TRIGloriosas

      Eliminar
  2. Bonita homenagem a um grande nome do nosso clube! Parabéns pelo excelente trabalho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito agradecido, faz-se o que se pode.

      Saudações TRIGloriosas

      Eliminar
  3. Magnífico post e é por isso que não pode deixar de continuar a contribuir para a defesa e memória do nosso Benfica. Tem sido uma referência da blogosfera, que consiga motivação para o futuro que tanto promete. Sempre presentes.
    Saudações gloriosas.
    vito g.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há cansaço vito g. Pode dizer-se que a s férias fazem mal... Férias ao contrário ;-)))


      Saudações TRIGloriosas

      Eliminar

Ok digam o que bem entenderem.
Depois eu vejo